• Telefone
    (16) 3623-3051 | (11) 3254-7681

Compartilhe:

Liderança e Gestão de Pessoas - A última fronteira da vantagem competitiva

Se as pessoas são o maior patrimônio de uma empresa, a liderança, em todos os seus níveis, é a força motriz desse patrimônio. É a liderança, em última instância, que tem o poder de formar e desenvolver sua equipe, de criar um ambiente desafiador que estimule o engajamento e a produtividade, de promover altos desempenhos, de conduzir as pessoas ao alcance de metas e resultados! No entanto, o mercado está cada vez mais carente desse personagem chave! O fantasma do apagão de lideranças ronda o mundo corporativo. As empresas precisam desesperadamente formar líderes para uma nova era, e não há um modelo que pode ser considerado ideal! Os estilos de liderança precisam ser flexíveis, considerando as diferentes culturas, os momentos econômicos, os diversos cenários e desafios enfrentados pelas organizações.

Foi pensando nisso que elegemos o tema do GEP Brasil 2013. Fizemos um mergulho nas questões de liderança com muitos especialistas, empresários, estudiosos e pesquisadores. Certamente, saímos de lá mais ricos pelo compartilhamento de experiências de tanta gente competente!

Se você perdeu ou deseja rever o material, pode fazer download dos slides das apresentações.

Realização

O evento ocorreu nos dias 24 e 25 de abril de 2013, no Centro de Convenções de Ribeirão Preto. As fotos estão disponíveis na página da Cohros no Facebook.

Programação

Painel de Empresários

Plano de Sucessão e Desenvolvimento de Líderes

Dr. Brasil Salomão

Advogado pela Faculdade de Direito Laudo de Camargo, da Universidade de Ribeirão Preto.

Pós graduado em Direito Tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, SP.

Membro do Instituto de Direito Tributário da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - USP/SP.

Membro da Academia Brasileira de Direito Tributário.

Sócio Fundador de Brasil Salomão e Matthes Advocacia onde é Diretor Jurídico.

Co-autor e coordenador do livro DIREITO TRIBUTÁRIO COOPERATIVO - MP EDITORA - APET – 2008.

Dr. Marcelo Salomão

Advogado tributarista, sócio de Brasil Salomão e Matthes Advocacia, Mestre e Doutorando em Dir. Tributário pela PUC/SP, professor da Fundação Getúlio Vargas (GV/Law) e do IBET – Instituto Brasileiro de Dir. Tributário, autor de vários livros e artigos publicados em revistas especializadas e conferencista.


Flávio Pereira de Barros

Formado em Administração de empresas com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Anteriormente à Consinco, atuou como empresário e gerente de TI. Está na Consinco há 21 anos, onde iniciou como analista de sistemas, ocupando posteriormente cargos de liderança e diretoria, nas áreas de produto, service-desk, atendimento externo, qualidade e administrativo/financeiro. Em 2011 assumiu a presidência da Consinco S/A, cargo que ocupa no momento.

Desde 2007, é Presidente do PISO (Pólo Industrial de Software de Ribeirão Preto e região), entidade que congrega 45 empresas de software.

Patricia Morais

1987 Sócia proprietaria escola FISK de Batatais
1990 Graduação em Administração de Empresas pela UNAERP
1991 Faculdade de Agronomia de Ituverava, aulas de Administracao Rural
1992 Ingresso na Jumil, empresa familiar fabricante de máquinas e implementos agrícolas
2001 Curso para sócios e acionistas Renato Bernhoeft
2006 MBA Agribusiness
2012 Formação de Conselheiros IBGC


Thamila Cefali Zaher

Thamila é Pós Graduanda em Gestão Estratégica de Negócios (MBA FGV – SP); graduou-se em Direito e Administração pelo Centro Universitário UniSEB; além de diversos curso correlatos à carreira executiva, entre eles: As Melhores Práticas de Governança Coorporativa, Competência, Desenvolvimento de Personalidade além de participar do Projeto Open City Labs em Havard (criado numa parceria entre pesquisadores de Havard e MIT para disseminar o Catraca Livre).Compõe atualmente a Direção Executiva do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro) e traz em sua carreira uma bagagem de mais de 6 anos de experiência nas mais diversas áreas do Grupo, dentre as quais devemos mencionar: Direção do Núcleo de Pós-Graduação do Centro Universitário UniSEB e a Pró-Reitoria Executiva do Centro Universitário UniSEB Interativo, além de possuir Coautoria do Livro Direito Tributário e Educação pela MP Editora. 

Fábio Martins

Associado da Fundação Dom Cabral, responsável pela implantação dos programas de Estratégia na região de Ribeirão Preto.

Docente da FDC na disciplina de estratégia e gestão de processos para os programas empresariais e coordenador do programa PAEX – Parceiros para Excelência.

Sócio fundador da CONFIDENCE Consultoria e Assessoria, empresa com foco em Estratégia e Gestão.

Atua em consultoria há 20 anos, com formação profissional na PwC e outras consultorias de renome.

Foi Senior Manager da PwC ao longo de 10 anos, nas áreas de Desenho Organizacional e Gestão Estratégica na divisão de consultoria internacional.

Dirigiu grandes projetos de mudança em empresas de médio e grande porte de diversos segmentos em nível nacional.

Formado em Administração de Empresas e Pós Graduado em Marketing.

 

Porque a sucessão é um processo temido por muitos empresários?
Quais os desafios de formar líderes para garantir o crescimento e a perenidade da empresa?
A profissionalização e a sucessão são os únicos caminhos para perpetuar um negócio?
Qual a visão dos empresários com relação à necessidade de formar líderes e planejar a sucessão?
Qual a opinião dos empresários sobre a participação do RH no planejamento do processo de sucessão?

Essas e outras questões foram abordadas no Painel de Empresários que marcou a abertura do VII GEP Brasil em 2013.


 

Sucessão

O papel do RH e a Perpetuidade da Empresa Familiar

Eduardo Najjar

Consultor, pesquisador, coach e professor na área de Governança Corporativa, Sucessão empresarial, Desenvolvimento de herdeiros, em Empresas Familiares.

Consultor associado da EMPREENDA, na especialidade Family Business.

Professor em cursos “In Company”, “In Family”, MBA, Pós-graduação e programas abertos, desde 1979, em Instituições de Ensino Superior, Empresas e eventos abertos.

Autor de livros, colaborador em publicações acadêmicas e empresariais, em diversas mídias. Graduado em Administração de Empresas – FEA/USP, mestrando em Educação e História da Arte – Universidade Mackenzie.

Durante 20 anos, desenvolveu carreira executiva na área de Recursos Humanos, em empresas nacionais e transnacionais.

Fundador do Instituto Macro Transição, especializado em pesquisa e projetos de consultoria para Negócios Familiares.

Membro de Conselhos Consultivos e Conselhos de Administração, em diversas Empresas Familiares.

Seu livro mais recente tem o título “Empresa Familiar: Construindo Equipes Vencedoras na Família Empresária” (Editora Integrare - 2011)

Blogueiro oficial no tema Gestão de Empresas Familiares, no BLOG DO MANAGEMENT da EXAME.com

 

Dados do Sebrae apontam que a ausência de planejamento sucessório é responsável pelo desaparecimento de 67% das empresas familiares na segunda geração de administradores e pelos 86% que não sobrevivem à terceira. Esta palestra tratou desse tema e complementou o conteúdo do "Painel de Empresários", trazendo a visão de um especialista em processos de sucessão.


 

Lideranças - Situações, Conflitos e Soluções

Ana Fraiman

Doutora em Ciências Sociais pela PUCSP, na área de Antropologia. Defendeu sua tese sobre assédio moral danos morais e outros danos na pré e pós aposentadoria, em abril de 2010. Mestre em Psicologia pela USP, com a dissertação cujo título é Envelhecimento: Forças que falam e forças que calam com foco em Psicologia Social, primeira dissertação que se apresentou na área da psicologia e do envelhecimento social no início dos anos 90.

Diretora da APFraiman Consultoria - empresa pioneira, desde 1982, em programas de Aposentadoria Ativa e Carreira Sustentável. Escritora, com oito livros já publicados direcionados para a terceira idade e para profissionais que atuam com este segmento. Em setembro lançou um áudio book com 04 h de duração, A Era do Javali, sobre verdades em tempo, para aqueles que pensam em se aposentar, no II Congresso sobre Aposentadoria e Saúde, em Brasília - DF, promovido pelo Instituto Agilitá e apoiado pela GEAP Previdência.

Em São Paulo, o lançamento aconteceu no III Congresso Íbero-americana de Psico-gerontologia, havido na PUC-SP, entre 03 e 05 de novembro de 2009. Articulista e colaboradora para vários programas de rádio, televisão e revistas.

Pelo INPG - Instituto Nacional de Pós-graduação, ministra cursos de Liderança, Criatividade em Gestão de Pessoas, Didática e Metodologia de Ensino Superior em várias instituições de ensino, bem realiza produção de conteúdo para empresas e outros espaços de ensino, corporativo e universitário.

Desde junho de 2009 é Consultora da Revista Mais de50 (www.maisde50.com.br), com espaço próprio ‘Converse com Ana Fraiman’, através do qual dialoga com os internautas. Atua ainda, desde 1979, na Clínica Fraiman, como psicoterapeuta para adultos e idosos e faz orientação em desenvolvimento e transição de carreira para uma plataforma sustentável.

Site: www.anafraiman.com.br

 

 

 

Em que condições a liderança é exercida no contexto organizacional? Qual o "preço da liderança"? O mercado de trabalho exige profissionais proativos, que saibam trabalhar em equipe, que saibam se relacionar e que tenham polidez. O líder de hoje é um gestor de processos e especialmente de pessoas. A partir do autoconhecimento o líder pode perceber necessidades e oportunidades nos liderados. Gestores com boa autoestima, que se expressam bem e sabem construir relações harmônicas conseguem formar um time coeso e manter uma alta performance sustentável. É a partir do autoconhecimento que um indivíduo consegue perceber a si, seus pontos fortes e também alcançar seu desenvolvimento pessoal e profissional de forma plena, sadia e produtiva.


 

Case Serasa: Modelo de Gestão 3D

Guilherme Cavalieri

Executivo de RH, Pós-graduado em Gestão Estratégica pela FIA – USP. Diretor Regional de Desenvolvimento Humano na Serasa Experian, Conselheiro da ABRH-SP e vice-presidente do Conselho gestão 2010-2013. Em sua atuação profissional, já atuou como Diretor de RH na Construções e Comércio Camargo Corrêa, Diretor Regional de RH na LG Eletronics - América do Sul e Central, Vic-epresidente de Gestão de Pessoas e Conhecimento na Tam Linhas Aéreas, entre outras atuações na área de RH.

 

A Serasa Experian adotou modelo denominado Gestão 3D. Nesse modelo a empresa definiu para seus líderes um perfil composto por 3 dimensões: Gestão, Educação e Transformação. O modelo direciona os profissionais em posição de liderança para atuar como líderes gestores, líderes educadores e líderes transformadores. Eles são preparados e orientados a atuar nessas três dimensões. Suas competências e desempenhos são avaliados nessas três dimensões. Essa experiência foi o conteúdo do "case" que Guilherme Cavalieri compartilhou conosco no GEP Brasil 2013.


 

Case Ticket 

“Desenvolvimento de Líderes para Sustentar o Futuro da Empresa"

Edna Rodrigues Bedani

Mestre em Administração (linha de pesquisa Gestão de Pessoas e Organizações), pela UMESP, Pós Graduada, com especialização em Gestão Estratégica de RH, graduada em Psicologia, com formação em Neurocoaching.

Atualmente é Diretora de Recursos Humanos e Responsabilidade Social da Ticket (Edenred Brasil). Carreira desenvolvida atuando nos temas: Atração e Retenção de Pessoas, Educação Corporativa, Gestão por Competências, Gestão Estratégica de Pessoas, Liderança, Carreira e Sucessão. Atua na área de Recursos Humanos há mais de 20 anos, em empresas como Grupo Pão de Açúcar, VDO-Siemens, Accenture do Brasil e Ticket (Edenred). É professora convidada em cursos de Pós Graduação e MBA em disciplinas da área de Gestão de Pessoas. Atua também como Vice Presidente de Conhecimento e Aprendizagem da ABRH-SP (Gestão 2013-2015).

 

Edna Bedani compartilhou conosco suas experiências no desenvolvimento e implantação do programa “Lideranças Inovadoras e Integradoras”. O programa foi criado com o objetivo de identificar, desenvolver e preparar os gestores para construir e sustentar o futuro da empresa, de acordo com as necessidades e objetivos do negócio. Segundo Edna, "a contribuição do programa nos últimos anos foi tão significativa que ele foi selecionado como um dos sete pilares estratégicos de longo prazo para promover o crescimento sustentável acelerado da empresa no planejamento conhecido como Inventar 2016".

Leitura complementar recomendada pela palestrante: Desenvolvimento de Liderança para a Sustentabilidade nos Negócios.


 

Onde começa a Liderança

Prof. Aquilino Sehn

Sócio titular da Aprender e Ser S/S Ltda desde 03.1996. Foi executivo com atuação em indústria química durante 23 anos, dez dos quais como Diretor de Recursos Humanos para América Latina em Tintas Renner S.A, uma join venture entre Du Pont, Höescht e Renner Herrmann. Profunda experiência com realidades multiculturais e mudanças organizacionais.

Consultor, integra a equipe mundial de trainners licenciados por The Schutz Company Associates na divulgação da metodologia "The Human Element" desde 06.96. Formação em Coaching pelo ICI – Integrated Coaching Institute e membro filiado à ICF – International Coaching Federation. Formação em Constelações Sistêmicas Organizacionais e Familiares, método desenvolvido por Bert Hellinger.

Formação superior em Filosofia, bacharel em Administração de Empresas, especialização em qualidade pela JUSE no Japão e em Desenvolvimento Gerencial pela Universidade de Nova York, Análise, Síntese Transacional e Ecologia do Ser pela UNIPAZ-Brasilia e em auto conhecimento pela Fundação ACL de São Paulo.

 

 

 

Esta palestra colocou em evidência aspectos importantes e essenciais para o desenvolvimento e formação de um líder. Foram abordadas questões como: quais são os alicerces da liderança? Onde e pelo que ela começa? Qual é a liderança que cada um necessita exercer? Qual é a diferença entre gestão e liderança? Qual a diferença entre ser líder com seguidores e líder com comandados? Como construir a confiança, elo de atratividade, entre o líder e seus seguidores? A palestra trará um conteúdo prático, rico e transformador que pode mudar a maneira que os líderes se comunicam com as pessoas para conseguir os resultados desejados.


 

Modelo VAGAS de Gestão

Colaboração e horizontalidade como diferenciais estratégicos

 

A VAGAS.COM vem amadurecendo seu modelo de gestão de pessoas baseando-se em premissas de horizontalidade, liberdade e maturidade. Alessandra compartilhou conosco a experiência da empresa e o envolvimento das lideranças com esse modelo de gestão, que tem se revelado um dos principais diferenciais competitivos da empresa no mercado.


 

Formação de Líderes nas empresas do agronegócio

Maurilio Biagi Filho

Maurilio Biagi Filho é empresário e Presidente do Grupo MAUBISA. Também é membro de diversos Conselhos, dentre eles o de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República - CEDES, da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústria de Base- ABDIB, da Associação Brasileira de Indústrias e Máquinas – ABIMAQ, do Conselho Empresarial da América Latina - CEAL, do Conselho Superior de Meio Ambiente – COSEMA/FIESP, do Conselho Superior do Agronegócio- COSAG/ FIESP, da Câmara Americana de Comércio – AMCHAM, e é o atual Presidente da Agrishow.

Denise Lustri

Especialista em gestão estratégica de pessoas, gestão por competências e gestão do conhecimento. Experiência desenvolvida em empresas nacionais e multinacionais como Lupo S/A, FMC do Brasil, PricewaterhouseCoopers, e Foster Wheeler América Latina, entre outras.

Professora no MBA Gestão Estratégica de Pessoas da FGV.

Professora nos MBAs de Recursos Humanos e Administração de Organizações - FEA/USP – Ribeirão Preto.

Diretora da ABRH Regional Ribeirão Preto. Coordenadora do Grupo RHEMO-Campinas/SP, voltado para estudos e pesquisas sobre teorias e práticas de Gestão de Pessoas. Presidente do Comitê Estratégico de Gestão de Pessoas da AMCHAM / RP no exercício de 2008. Comentarista da Rádio CBN Ribeirão de 2007 a 2009.

Mestrado em Administração pela FEA-USP – Tema: Gestão do Conhecimento e Gestão por Competências. MBA em Marketing pela F. E. C. Álvares Penteado. MBA em Controladoria e Finanças pela FUNDACE – FEA/USP. MBA em Recursos Humanos pela FGV. Graduada em Letras pela UNESP e em Administração pela UNIARA.

Trabalhos científicos publicados nacional e internacionalmente. Artigos publicados na mídia relativos a temas de gestão de pessoas. Palestrante de temas ligados à gestão de pessoas. Co-autora do livro “Cargos, Carreiras e Remuneração”– Editora FGV.

Diretora da Cohros: Soluções em Gestão de Pessoas e Organizações.


Matheus Cônsoli

Sócio fundador do grupo Markestrat com especialização em Planejamento e Gestão Estratégica de Marketing, Planejamento de Canais de Distribuição, Gestão da Cadeia de Suprimentos, Gestão de Vendas, projetos de Investimentos e Análise de Sistemas Agroindustriais. Experiência desenvolvida em atividades e projetos em empresas Nacionais e Multinacionais como Danone, Banco Mundial, Basf, FMC, Syngenta, Netafim, Lagoa da Serra, Bebidas Ipiranga, Café Utam, Laticínio Scala, Citroftut, Ceagro Los Grobo, Grupo Sinagro, entre outras.

Participou de cursos e desenvolveu projetos e pesquisas na Texas A&M University de 2007 a 2008 e na Universidade Nova Lisboa, Portugal em 1999. Graduação e Mestrado em Administração pela FEA (USP). Doutor em Engenharia de Produção pela USP.

Docente nas disciplinas Gestão de Canais de Distribuição e Networks, Estratégias de Negócios e Marketing nos cursos MBA da Fundace FEA-RP/USP, FIA-USP São Paulo e FGV Agro.

Palestrante nos temas relacionados a marketing, vendas, estratégias, agronegócios, canais de distribuição e supply chain management.

Autor de livros como: “Marketing Methods”, “AgroDistribuidor”, “Trade Marketing”, “Shopper Marketing”, “Marketing e Estratégia em Agronegócios e Alimentos”; “Estratégias para o Leite no Brasil” e “Dominando o Processo de Vendas”. Diversos artigos publicados nacional e internacionalmente.

Para fazer uma empresa sobreviver, progredir e se perenizar, para fazer um negócio crescer e se multiplicar, não bastam os empresários! Eles precisam contar com líderes que os representem nas diversas áreas da empresa, com quem possam compartilhar planos, responsabilidades e busca de resultados. Líderes que conduzam as diversas equipes da organização ao alcance de metas e objetivos. Com algumas louváveis exceções, é raro que as empresas se preocupem em investir no desenvolvimento e formação desses profissionais e prepará-los para que assumam esses desafios. Por meio deste painel, provocamos reflexões sobre a formação de lideranças nas empresas do agronegócio, explorando a visão do empresário considerado um dos maiores ícones representativos desse setor.


 

Empreendedorismo como estilo de vida

Um perfil de valor no contexto organizacional

Fábio Fernandes

Formado em Administração de Empresas em Ribeirão Preto, Fábio Fernandes trabalhou em empresas como Philip Morris, Grupo Walmart, Ambev, Bell Canada, Intecom (Grupo Martins / JPMorgan).

Atualmente, Fernandes é sócio de três empresas, a Blackpar Participações, a Rottus Distribuidora e Importadora de Alimentos, sediada em São Paulo e a MotivaDuo, uma Agência de Comércio Internacional sediada em Madrid - Espanha.

Membro do FGVcenn - Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getúlio Vargas desde 2006.

Cofundador do Walking Together.

"Os empreendedores são importantes não apenas na implantação de novos negócios, mas também nas organizações já consolidadas, já que trazem inovação e fazem as idéias e projetos virarem realidade" (empregos.com.br). O intraempreendedor é um perfil cada vez mais valorizado pelas empresas, principalmente nas posições de liderança. Buscam-se líderes que tenham paixão pelo trabalho e pela empresa onde atuam. Que abracem causas, persistam e superem obstáculos para fazer os planos darem certo. Que consigam enxergar a empresa como um todo, não só o limite do seu departamento. Que saibam identificar e aproveitar oportunidades de criar valor para a empresa. Que disseminem cultura, valores e desenvolvam novos líderes. Esta palestra trouxe uma história de empreendedorismo que nos induz à reflexão sobre as necessidades e possibilidades de desenvolver essas competências dentro das organizações.

 

Apresentações Abertas

Painel sobre Jovem Aprendiz e PCD

"As Principais Dúvidas e Dificuldades das Empresas no Cumprimento da Lei de Cotas"



Nanci Erthal

Profissional com sólida experiência na área de Recursos Humanos, adquirida em 20 anos de vivência em empresas como Whirlpool, Orbitall/Credicard, Telefonica e Bebidas Ipiranga (fabricante dos produtos Coca Cola).

Graduada em Pedagogia pela Unesp de Rio Claro e MBA em Recursos Humanos pela FIA em São Paulo.

 

Uma das maiores dificuldades das empresas atualmente é conseguir cumprir a lei de cotas, que estipula um número mínimo de funcionários portadores de necessidades especiais (PCD). Pergunte a empresários sua opinião a respeito da Lei do Aprendiz e a maioria dirá que, se trata de mais uma das cotas imputadas a suas empresas. Além disso, discorrerão sobre as dificuldades de seu cumprimento que passam pela carência das chamadas agências formadoras e pela dificuldade de tutorar jovens com baixíssima formação. A verdade é que eles estarão cobertos de razão. Fonte: http://educarparacrescer.abril.com.br. Esse é o foco desse painel de debates conduzido pelo CIEE e SENAI na programação gratuita do GEP Brasil 2013.


 

Novas Formas de Relações no Trabalho

Desafios e Tendências

Dr. Sylvio Rodrigues

Advogado da área trabalhista, fundador do escritório Sylvio Rodrigues Advocacia. Formado em Direito pela Faculdade de Direito Laudo de Camargo, da Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP, no ano de 2000. Pós-graduado em Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho pela Universidade de Franca. Diretor Jurídico da Associação Brasileira de Recursos Humanos, Regional Ribeirão Preto. Professor da UNICURSOS Ribeirão Preto e Cláudia Seixas Cursos Preparatórios. Autor de diversos artigos jurídicos relacionado ao Direito do Trabalho.

 

As amarras da CLT, criadas como salvaguarda dos direitos do empregado, são um dos maiores empecilhos para a redução do desemprego. O paraíso seria encontrar uma fórmula que protegesse, ao mesmo tempo, o emprego e o empregado. Empresas, trabalhadores e advogados bem que tentam engendrar uma receita que satisfaça a todos, mas nem sempre têm a benção do Judiciário. Mesmo assim, a vida real mostra a cada dia que existe relação de trabalho além das limitações impostas pela CLT: contratação de prestadores de serviços individuais transformados em pessoas jurídicas, terceirização de serviços, home office, etc. (Fonte: http://www.conjur.com.br/ )


 

Redes Sociais

Seus impactos nas pessoas, nas empresas e nos negócios. O ambiente corporativo está preparado para essa realidade?

Dr. Evandro A. S. Grili

Advogado, sócio de Brasil Salomão e Matthes Advocacia, Diretor Executivo Administrativo do Escritório, membro do Comitê de Gestão de Pessoas da AMCHAM Brasil em Ribeirão Preto.

As redes sociais são uma realidade que não tem mais volta. Elas invadiram o nosso cotidiano e estão presentes em nossas vidas o tempo todo. Esse movimento que começou pelas nossas vidas particulares já invadiu o ambiente corporativo gerando problemas, dúvidas, mas, especialmente, novas oportunidades de negócios, exposição de marca, etc. Nossas empresas estão preparadas para esta realidade? Como as diferentes gerações presentes no ambiente de trabalho estão lidando com isso? Na exposição o palestrante abordou estes assuntos, trazendo cases conhecidos do mercado e evidenciando as suas consequências jurídicas e de gestão.

 

Apresentações dos Minicursos

Descrição de Cargos por Processos

O Papel do líder na criação da base da gestão estratégica de pessoas

Vanessa Torrezan

Analista de Gestão de Pessoas com experiência desenvolvida em projetos de gestão de competências e desempenhos, remuneração, pesquisa de clima organizacional, assessment e programas de formação gerencial em empresas como Schott Flat Glass do Brasil, Grupo TGM, ZF Sachs, Mineração Buritirama, Companhia de Bebidas Ipiranga, MGR Incorporações, Cooxupé, entre outras.

 

Nesse minicurso foram discutidas as incongruências e inadequações do tradicional método de descrição de cargos e funções frente às crescentes demandas de um RH estratégico. Foi apresentado um método diferente baseado na lógica de processos. Além de criar uma base consistente para os processos de gestão de pessoas, esse método promove o envolvimento e a adesão das lideranças às práticas de gestão de pessoas.


 

Avaliação de Desempenhos e Competências

Envolvendo o Líder na Conexão do Desempenho Individual ao Desempenho Organizacional

Ana Dulce

Consultora de RH, desde 2007, sendo responsável por implantação de projetos na área de remuneração, treinamento, recrutamento e seleção e gestão organizacional. Tutora do curso de Gestão de RH da Uniseb COC. Mais de 12 anos de experiência na área, psicóloga, pós-graduada em Recursos Humanos e em MBA Gestão de Empresas e Negócios.

 

Nesse minicurso foi apresentado um método de desenvolvimento de sistema de gestão de desempenhos e competências que, além de conectar o desempenho humano ao desempenho organizacional, facilita a conscientização das lideranças de que a avaliação não é um processo do RH. É um importante recurso para eles gerenciarem suas equipes.